CM Tecnologia / Jornada do Paciente  / API Gateway, o que é? Entenda sua importância na saúde

API Gateway, o que é? Entenda sua importância na saúde

API é a sigla para Application Programming Interface, que pode ser traduzido como Interface de Programação de Aplicativos. Este sistema está cada vez mais presente nas instituições de saúde, principalmente por ser um recurso que facilita a comunicação de novas aplicações tecnológicas nas entidades.

Precisar optar por soluções de gestão não é uma tarefa fácil, e uma das principais dúvidas dos gestores é: qual de fato é o melhor API para o meu hospital e qual o seu papel no dia a dia da organização?

O objetivo deste post é explicar conceitos que ainda pairam na cabeça dos profissionais, sobretudo os que não atuam diretamente com Tecnologia da Informação, mas precisam entender a função de determinadas ferramentas para melhorar a jornada do paciente.

Qual a finalidade de um API?

Um API funciona como uma espécie de base para os aplicativos, isto é, ele é uma interface que trabalha por “trás” dos programas. Enquanto utilizamos algum site, por exemplo, o API provavelmente está proporcionando em tempo real uma conexão entre esse site e outros sistemas.

Esta solução funciona basicamente por meio da interação entre códigos predefinidos. Dessa forma, um software integra inúmeras funções em um único portal.

O que é o API Gateway?

O API Gateway é um tipo de suporte que se destaca por proporcionar segurança aos usuários. Na prática, ele atua como um filtro de entrada que possui o intuito de direcionar os dados ao ponto mais adequado possível.

O Gateway possui 5 diferentes aplicabilidades, como:

  • filtrar o tráfego no momento da integração dos meios: mobile, web, sistemas cloud, entre outros;
  • porta de entrada única: o Gateway é a única porta de entrada para os APIs e para a organização dos mesmos;
  • roteador: o sistema também funciona como um roteador de tráfego dos APIs;
  • seguro: este software garante proteção por possuir acesso autenticado e limitação de conexão dos usuários.

Essa variedade de funções do Gateway o torna significativamente importante para as unidades de saúde, uma vez que, além de automatizar os serviços, ainda mantém o controle de tudo em somente um local na web. Local este que atua como uma base de dados que concentra todas as informações que o hospital desejar.

A complexidade na união de vários programas diminui com este API, afinal, é ele quem passa a ser o responsável por cuidar dos sistemas anexados.

Além do já citado, existem outras várias vantagens em se implantar um Gateway na sua empresa. A seguir, confira alguns destes benefícios:

Possibilita visualizar o essencial

O API Gateway separa os serviços de outros APIs e os microsserviços que são implementados. O objetivo dessa separação é que os utilizadores acessem somente aquilo que é realmente útil para eles em uma determinada aplicação.

Melhora os desenvolvimentos

A otimização que este software permite faz com que as ferramentas no cotidiano dos hospitais e clínicas desenvolvam mais sua performance, otimizando as rotinas e os processos da entidade.

Controla possíveis ataques

Ao coordenar vários serviços, o API Gateway está, sim, suscetível a qualquer ataque. Contudo, em sua aplicação, o sistema não será afetado como um todo, apenas um serviço específico.

Aperfeiçoamento das tarefas

Com o API Gateway, é possível que o desenvolvedor documente aquilo que é necessário para si, otimizando seu tempo. Isso tudo deixa a documentação muito mais específica, facilitando o trabalho.

O que é o CM Valid?

Um de nossos produtos, o CM Valid é um serviço do API Gateway. Essa solução trabalha como um robô que tem a finalidade de ser a interseção entre os operadores de saúde e a instituição. No momento do paciente efetuar seu check-in em uma clínica, por exemplo, o CM Valid verifica em tempo real se o usuário realmente está ou não autorizado e elegível para realizar o procedimento… tudo isso em questão de segundos!

Com o Valid, sua instituição:

  • verifica a elegibilidade e autorização dos exames automaticamente;
  • interliga operadora e prestador em tempo preciso e de forma efetiva;
  • elimina a necessidade de guias e espera para aprovação das operadoras de saúde.

Na prática, os benefícios:

  • redução de custos operacionais;
  • diminuição no tempo em recepção;
  • automatização completa do processo de elegibilidade e autorização;
  • rapidez, comodidade e praticidade para o paciente;
  • processo semelhante a autorização de compras em cartões de crédito;
  • redução ou inexistência de filas.

Por que utilizar a tecnologia na gestão hospitalar?

O uso da inovação na saúde é essencial. Além de beneficiar os pacientes, contribui diretamente para a melhoria da atuação dos profissionais da área.

Os softwares, quando integrados aos processos hospitalares, facilitam bastante a rotina das instituições. E vale lembrar que mecanismos de inovação proporcionam maior segurança aos usuários, já que, quando aplicados à saúde, podem estar presentes em toda a jornada do paciente.

Ferramentas de API Gateway como o CM Valid podem agregar muito em uma instituição, mas, antes de implementar qualquer mecanismo como esses, é preciso conhecer as métricas indispensáveis da gestão hospitalar.

CTA (2)

Sem comentários
Postar um comentário