CM Tecnologia / Gestão Cirúrgica  / CBIS 2018 propôs reflexão sobre saúde digital

CBIS 2018 propôs reflexão sobre saúde digital

Congresso ofereceu quatro dias de imersão em palestras e painéis com conteúdos relevantes para o setor da saúde

Com o tema “Saúde digital para a cidadania”, o Congresso Brasileiro de Informática em Saúde (CBIS) aconteceu entre os dias 1º e 04 de outubro, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. Esta foi a décima sexta edição do evento, que é organizado pela Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS), que conta com o apoio da Universidade Federal de Fortaleza.

Sendo o congresso mais tradicional na área de Informática em Saúde da América Latina, o CBIS é realizado a cada dois anos desde sua primeira edição em 1986. Neste ano, debateu o potencial transformador que as inovações agregam aos profissionais, provedores, fontes pagadoras e pacientes.

A programação englobou temas como prontuário eletrônico, gestão estratégica, soluções para o setor público e privado, capacitação profissional, padrões de interoperabilidade e aplicações móveis. O que proporcionou uma reflexão sobre assuntos que estão em pauta e demandam a atenção de quem atua no segmento.

Guilherme Gonzaga, diretor de operações da CM Tecnologia, esteve presente no CBIS e relata que “é um evento de grande relevância quando se pensa em Tecnologia da Informação para saúde. Foram quatro dias de imersão em palestras e painéis com conteúdos relevantes para o setor”. Como espectador, Gonzaga acredita que a experiência “foi uma captação de conhecimento e networking muito interessante”.

SOBRE A SBIS A Sociedade busca promover o desenvolvimento de todos os aspectos da Tecnologia da Informação aplicada à Saúde. Sua atuação é marcada pela realização de eventos nacionais e internacionais, bem como pela colaboração com órgãos públicos – como a OPAS, a Finep e o Ministério da Saúde – e entidades de classe – como o Conselho Federal de Medicina, a Abramge, a Fenaess e o Sindhosp. Além disso, representa o Brasil na Federação Internacional de Informática em Saúde.

Sem comentários
Postar um comentário