CM Search: Conheça os processos das instituições de saúde brasileiras

CM Tecnologia / Jornada do Paciente  / CM Search: Conheça os processos das instituições de saúde brasileiras
Destaque

CM Search: Conheça os processos das instituições de saúde brasileiras

Produzido pela CM Tecnologia, o estudo CM Search, apresenta como funcionam os processos dentro das instituições de saúde brasileiras. A análise contou com respondentes, que trabalham em clínicas, laboratórios e hospitais.

O intuito é mostrar como se dá a automatização e terceirização de tarefas, com foco na melhora da jornada dos pacientes e da administração das entidades.

Vamos agora para uma prévia do que você irá encontrar na pesquisa:

Automatização de serviços

Cerca de 15,7% dos respondentes alegam que o agendamento de consultas e exames necessita de modernização. Por outro lado, uma pequena quantidade das respostas apontam que o estoque também deve ser automatizado.

Percebe-se que o processo de inovação está direcionando para a relação com o paciente, principalmente na melhoria do atendimento.

Indicadores de qualidade na área da saúde

O levantamento esclarece porque boa parte das instituições acredita na importância de um indicador de qualidade. Embora, muitos dos respondentes não possuam planejamento para a implantação de um parâmetro indicativo.

Gestão de tempo dos colaboradores

A pesquisa também apura quais as ações são mais utilizadas para otimizar o tempo dos colaboradores no cotidiano.

Os pontos ressaltados pelos participantes são:

  • estabelecer políticas de humanização;
  • automatizar atividades;
  • buscar diferentes soluções para potencializar a gestão do trabalho.

Essa investigação permite que o leitor compreenda a importância do cuidado ao gerenciar tarefas administrativas.

Utilização da NPS

O Net Promoter Score (NPS) é um recurso aplicado para medir a lealdade dos usuários com a instituição.

Os dados apresentados no CM Search, mostram que a maioria das entidades não utilizam métodos como a NPS para mensurar a satisfação do paciente. Sendo possível concluir que essa realidade é negativa para a saúde. Visto que, o objetivo principal dessa tática é “enxergar” quais demandas precisam ser aprimoradas.

Crescimento no número de agendamento

A maioria dos participantes alegam acreditar na possibilidade de agregar valor aos serviços de saúde com a utilização da tecnologia.

A pesquisa constata que as instituições que mais efetuam agendamentos mensais, são as que preferem operar com o auxílio tecnológico.

Metodologia BPM

BPM é a abreviação de Business Process Management, que traduzido significa “Gerenciamento de Processos de Negócio”. O método, tem por finalidade apontar as principais informações sobre a execução de um processo.

Assim como na estratégia NPS, um número significativo de instituições declararam nem sequer conhecer a metodologia. A pesquisa, com opinião de especialistas, cita o porquê dessa situação ser preocupante e como é possível melhorar.

Processos de compra

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning ou em português “Sistema Integrado de Gestão Empresarial”. O propósito desta questão é saber se as instituições utilizam algum ERP nos processos de compra.

A partir dessa análise, foi possível perceber que uma parte considerável de respondentes ainda realizam essa demanda manualmente.

No entanto, 20,6% das unidades de saúde possuem um setor exclusivo para esta função. O CM Search esclarece porque é primordial a utilização desse sistema e como se beneficiar com o uso do ERP.

Estudo CM Search

Ao longo da investigação houve ainda mais discussões sobre como está o processo de modernização das entidades de saúde. A intenção do CM Search é que você reconheça melhorias para o crescimento da sua instituição.

Caso queira saber mais sobre os resultados e entender como o mercado de saúde brasileiro está adaptando seus processos, clique aqui e tenha acesso à pesquisa completa.

 

Sem comentários
Postar um comentário